Get Adobe Flash player
Home Nossa História

Nossa História

A década de 90 trouxe consigo um cenário de grandes acontecimentos nacionais que certamente ficaram marcados na memória de todos os brasileiros da época. Foi a década da abertura política com a primeira eleição direta após 30 anos de repreensão; foi a década do arrojo salarial, profundamente marcada com as susceptíveis crises financeiras; dos caras pintadas que, por sua vez, culminou com outro fato inédito na história mundial: o primeiro impeachment de um presidente, Fernando Collor de Melo.

 

Há um dito popular entre os executivos asiáticos que diz: crise é sinônimo de oportunidade. Coincidência ou não, em meio a esta turbulência econômica e bem longe dos holofotes da imprensa nacional um pequeno grupo, de oitenta e três pessoas, brasileiros, anônimos, mas motivados pelo desejo multou da cooperação, inspirados no caráter divino da superação e sobre as bênçãos apostólicas do professor Valdecir Palhares que finalmente, no dia 18 de setembro de 1992, no auditório do Centro de Ciências da Saúde da UFPA (CCS), foi realizada a assembléia geral que culminaria na geração desta que hoje é uma das mais bem sucedidas cooperativas de crédito do Estado, a COOPERUFPA.

Foram dois anos de tentativas para sensibilizar os líderes da Adufpa e da Asufpa, no núcleo pioneiro da Universidade Federal do Pará. O sonho de criar uma cooperativa que viesse apoiar e beneficiar os funcionários da UFPA somente veio a materializar-se quando os funcionários do CCS, na pessoa do sr. Mário Wilson de Santa Helena, convidaram o, então presidente da Central de Cooperativas de Crédito do Estado do Pará (CECRESPA), Dr. Valdecir Palhares, para ministrar um palestra de orientação para a constituição de uma cooperativa de crédito. Após o que, os oitenta e três pioneiros reuniram um capital inicial de Cr$ 522.186,94 (quinhentos e vinte e dois mil, cento e oitenta e seis cruzeiros e noventa e quatro centavos), tornando-se os sócios fundadores.

A adesão da Cooperufpa à Cecrespa aconteceu em 15 de outubro do mesmo ano. A extinção do MEC no estado do Pará coincidiu com outra mudança vinda através de uma portaria do Banco Central permitindo desde então a fusão entre as cooperativas de pequeno porte. A partir de então, a Cooperufpa passa a integraliza em seu quadro todos os demais funcionários do Ministério da Educação, da Escola Técnica, da Ficap e demais servidores de repartições federais da área de educação no Estado.

A reestruturação provocou também a mudança na razão social da cooperativa, que passou a se chamar Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Servidores do ministério da Educação no Estado do Pará. Porém, para não prejudicar sua identidade já bem definida no imaginário coletivo dos servidores federais, optou pela manutenção da sigla Cooperufpa.

Por traz da história...

O primeiro Conselho Administrativo da Cooperufpa eleito por ocasião de sua constituição:
- Raquel Helena Souza Ferreira, como presidente,
- Francisco de Assis Maia Pereira, como diretor financeiro,
- Maria de Nazaré Rodrigues Navarro, como diretor administrativo,

Como Conselheiros:
- Paulo Roberto Veloso Fraga,
- Mário Wilson Santa Helena Corrêa Jr.,
- Afonso Quaresma de Lima

O primeiro Conselho Fiscal
- Ana Maria de Oliveira Fonseca, como 1º conselheiro,
- José de Ataíde Lima, como 2º conselheiro,
- Eliana Maria Bastos Valle, como 3º conselheiro,
- Walter da Silveira Souza Filho, como 1º suplente,
- Glória Conceição Varella Moriya, como 2º suplente,
- Miriam Lúcia Campos Serra Domingues, como 3º suplente.